Crítica | Made Mistakes


★★★☆☆
3/5

A estreia de Clara La San, Made Mistakes, é eficaz ao seguir a fórmula R&B derivada de uma estética muito posicionada nos anos 2000. É, no entanto, um material mais denso e sombrio do que outras composições do gênero e que têm marcado presença através de nomes que vão do pop ocidental ao k-pop. “Don't Worry About It”, por exemplo, é tão modesta em termos do que se espera deste tipo de direção (apontada no nome exposto no título) que só tem tempo para reforçar a preocupação amorosa através de batidas que não que não partem de nenhuma novidade. Diferente de “Runnin”, cujas repetições instrumentais e versos estrategicamente cantados em pausas aplicam melhor a ideia de angústia, prazer e solidez — três camadas deliberadamente posicionadas ao longo dos quase 30 minutos de duração.

Selo: CLS
Formato: LP
Gênero: R&B / R&B Alternativo, Alt Pop
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem