Crítica | Lud Session #4


★★★★☆
4/5

Consideradas as maiores artistas negras da música brasileira atual, Ludmilla e IZA compartilham trajetórias semelhantes. Ludmilla iniciou sua carreira fazendo shows de funk como MC Beyoncé para ajudar em casa, enquanto IZA ganhava destaque com covers no YouTube antes de lançar singles pop, como “Pesadão”. Desde o debut de IZA em 2018, havia uma crescente expectativa sobre uma colaboração entre as duas, culminando finalmente no Lud Session. Ludmilla, com seu destaque em Numanice e reconhecimento nacional, e IZA, consolidada junto ao público, encontram-se neste momento crucial de suas carreiras.

O projeto Lud Session nasceu de uma ideia concebida por Ludmilla em um estúdio de gravação. Inspirado por projetos como Poesia Acústica, o Lud Session apresenta uma abordagem intimista e sonoridade acústica, expandindo para uma escala maior e incorporando mudanças que ampliam a versatilidade musical, não se limitando apenas a instrumentos de corda, por exemplo. Sem dúvidas, a participação de Gloria Groove foi um marco, ali vimos um divisor de águas na carreira de Ludmilla, coincidindo com seu primeiro disco de pagode, Numanice, enquanto Gloria ascendia ao auge de sua carreira em 2021. A colaboração de Luísa Souza, controversa mais exemplar da versatilidade do projeto, trouxe uma abordagem pop que, embora não tenha sido a favorita de todos, demonstrou a amplitude do Lud Session.

O “Lud Session #4” reúne clássicos da discografia das artistas. “Morrer de viver” uma música mais animada, serve como contraponto aos Lud Session anteriores, que começavam com músicas de apelo romântico ou melancólico; aqui não há espaço para tristeza. Sinceramente, um dos maiores acertos dessa colaboração é a pegada R&B que está presente do início ao fim. “Sem Filtro” é, sem dúvida, uma das melhores músicas de IZA e alcança seu ápice, onde as notas altas e agudas de Ludmilla se juntam perfeitamente com as notas graves de IZA, como se fossem feitas sob medida para este momento. A instrumentalização desse Lud Session é a melhor dessa série de músicas de Ludmilla, com instrumentos de sopro, baterias misturadas a sintetizadores, que combinam perfeitamente com todas as músicas – é como estar em um show ao vivo, vendo-as no palco cantando para milhares de pessoas.

Em suma, “Lud Session #4” se destaca como uma das melhores colaborações do ano. A união tão esperada pelo público de duas potências da música brasileira se encaixa perfeitamente. Espero que, futuramente, ambas façam uma colaboração inédita para algum álbum de estúdio, afinal, neste “Lud Session #4” prova-se o quanto suas vozes juntas representam o melhor dos dois mundos.

Selo: Independente
Formato: Single, Live
Gênero: Pop / R&B Contemporâneo
Lucas Melo

Estudante de jornalismo, 18 anos. Amante da música e da cultura pop desde da infância. É crítico do Aquele Tuim, em que faço parte da curadorias de R&B e Soul.

Postagem Anterior Próxima Postagem