Crítica | Fábulas



★★★½

Nada como uma banda autoconsciente de sua arte fazendo-a bem e simplesmente.

Em Fábulas, todos os clichês do dream pop são transformados num modo de fazer nordestino (alagoano, mais precisamente), apresentando, inclusive, agradabilíssimas sensibilidades “emo” e pop.

Além disso, é possível sentir as fortes influências de atos como Slint na sua sonoridade pós-rock agradável e melancolicamente atmosférica, empurrando o teor transcendental do primo adorável do shoegaze à ponta da prancha.

Pode até repetir tracejados já cortados e erros já cometidos em seus respectivos gêneros e cenas, mas é inegável que o produto final exala um charme encantador que independe do quão “genérico” ele soa.

Selo: Independente
Formato: LP
Gêneros: Rock / Dream Pop, Midwest Emo, Slintcore
Sophi

Sophia, 18 anos, estudante e redatora no Aquele Tuim, em que faço parte das curadorias de Rap e Hip Hop e Experimental/Eletrônica e Funk.

Postagem Anterior Próxima Postagem