Crítica | Gaburger



★★★★

Gaburger faz o dia de qualquer um que o ouça.

Gaburger é estapafúrdio, exótico, carismático e jubiloso, fazendo o dia de qualquer um que o ouça pela primeira vez com suas cantorias ingênuas e cacofonias inconsequentes.

O álbum representa um estilo de vida comemorativo, otimista e encantador ao fazer do power pop e noise pop seus principais gêneros, abraçando assim uma felicidade efêmera, sincera e adolescente em seu âmago.

A mixagem confusa e espessa do álbum pode atrapalhar alguns de gostar de suas maluquices infantis, mas aqueles que ultrapassarem os limites das várias camadas de ruído e guitarras intensas verão uma paixão colorida e desleixada, totalmente fascinante.

Selo: Independente
Formato: LP
Gêneros: Rock / Power Pop, Noise Pop, Slacker Rock, Indietrônica
Sophi

Sophia, 18 anos, estudante e redatora no Aquele Tuim, em que faço parte das curadorias de Rap e Hip Hop e Experimental/Eletrônica e Funk.

Postagem Anterior Próxima Postagem