Crítica | Fe3O4: BREAK



★★★★

Com Fe3O4: BREAK, NMIXX volta a trazer suas excêntricas mixagens de gêneros, agora com um resultado muito melhor que o apresentado em “O.O” e “DICE”.

NMIXX surgiu apostando em um conceito singular no k-pop, chamado de mixx-pop, no qual a proposta consistia em fazer uma mistura de gêneros distintos em uma única faixa — algo similar ao que foi feito por æspa em “Next Level” e Girls Generation em “I Got A Boy”. Porém, com o grupo da JYP, isso seria a base para todos os seus trabalhos artísticos. Inicialmente, com “O.O”, isso não deu certo, graças à péssima produção que falhava por transicionar entre o rock e o baile-funk de forma extremamente anticlimática.

Após não obterem bons resultados com essa proposta, elas ficaram por um tempo explorando ideias músicas diferentes, essas que proporcionaram excelentes destaques na carreira do girlgroup, como “Roller Coaster” e “Love Me Like This”. Com o novo mini-álbum lançado, entretanto, elas apostam novamente no mixx-pop agora, porém, apresentando produções que operam bem com a mistura de gêneros bastante diferentes, criando um disco extremamente refrescante.

Na title-track “DASH”, por exemplo, embora o que se destaque seja seu R&B noventista sedutor, na ponte ela se transforma em um pop rock da maneira na qual não fique desconexo com o restante da canção. Já “Soñar (Breaker)” faz uma mistura divertida de baile-funk com uk-garage. O refrão, com a bateria e o sintetizador proveniente da música brasileira, junto ao gancho, é envolvente, enquanto que, após o primeiro refrão, transiciona para um 2-step encantador.

A exploração dessa proposta musical aqui, se diferenciando de suas obras anteriores, não é limitada às faixas de trabalho, apresentando b-sides que trazem essas mudanças de ritmo durante as canções. Na música “BOOM”, durante grande parte de seu decorrer, é entregue um pop rap com percussão metálica eletrizante, entretanto, ao final ela se transforma em um tech house que, se não bastasse apenas isso, ainda se transpõe de forma sensacional para um uk-garage com melodias extremamente envolventes.

Nas canções que se afastam do mixx-pop há também grandes destaques. Em “Passionfruit”, o uso de sintetizadores cativantes junto ao clube da costa oeste divertido criam uma atmosfera fresca. Já em “Run For Roses”, a mescla da instrumentação que remete ao velho oeste junto ao afrobeat resulta em música cheia de encantos. No geral, Fe3O4: BREAK é um passo gigantesco na evolução musical de NMIXX.

Selo: JYP ENTERTAINMENT
Formato: EP
Gênero: Música do Leste e Sudoeste Asiático / K-Pop
Davi Bittencourt

Davi Bittencourt, nascido na capital do Rio de Janeiro em 2006, estudante de direito, contribuo como redator para os sites Aquele Tuim e SoundX. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Música do Leste e Sudeste Asiático, Pop e R&B.

Postagem Anterior Próxima Postagem