Crítica | LADO A



★★★½

LADO A alcança precisão tanto em soar como uma introdução quanto em reafirmar algumas características que serão exploradas futuramente.

LADO A é a primeira parte de uma série (de três peças) de lançamentos de El Irreal Veintiuno. E, substancialmente, o disco alcança precisão tanto em soar como uma introdução quanto em reafirmar algumas características que serão exploradas futuramente.

Aqui, estamos perante um percurso robusto de evolução musical, ou seja, mais do que uma novidade, este projeto é uma re-apresentação que tem como principal objetivo realçar as ideias de El Irreal Veintiuno. E isso funciona muito bem.

O EP é composto por quatro peças bem definidas que transitam por ambientes com ritmos quase distintos, exceto se considerarmos a atmosfera que é interrompida por sintetizadores específicos utilizados para ampliar o objetivo do tom analítico da obra. É um excelente começo.

Selo: Independente
Formato: EP
Gênero: Eletrônica / Experimental
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem