Crítica | Durt Dronemaker After Dreamboats



★★★★

São peças longas que enfatizam o trabalho pessoal, confessional e amoroso de Harry Gorski-Brown em Durt Dronemaker After Dreamboats, cujas melodias se entrelaçam pela afinidade.

Impressiona a assertiva quantidade de trabalho que envolve a distribuição da GLARC, pois transmite a pura arte do DIY na música. Sendo Durt Dronemaker After Dreamboats, de Harry Gorski-Brown, o último e mais recente lançamento de alto perfil do selo. Ao longo de 8 faixas, o artista, a gaita de foles e os scratches eletrônicos que parecem energizar uma música tradicional, com aspirações folclóricas da região que foi concebida, enfatizam o trabalho pessoal, confessional e amoroso cujas melodias se entrelaçam pela afinidade. São peças longas, que se repetem de forma a concretizar a paixão do autor pela sua própria proposta artística, que cria cenários incríveis e, por vezes, interessantes numa visão de música não muito identificável.

Selo: GLARC
Formato: LP
Gênero: Experimental / Folk
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem