Crítica | he died at the age of five



★★½

he died at the age of five é como sentir a palpitação de seu coração nas paredes do seu crânio.

Estimulado pelos horrores da humanidade, o grupo de música experimental iraquiano, i’m sure god won't do this to me, lançou seu segundo trabalho e, francamente, ele transcreve com excelência a crueldade, a violência, o desespero e a desesperança.

Há, em seus 10 minutos de duração, uma paz em concomitância com a dor, como se os barulhos inacessíveis — repletos de alterações sutis e dissonantes — e as ambiências complicadas tivessem o mesmo significado, num jeito que é possível ouvir, através dos barulhos, os urros por salvação de vidas em risco, de espíritos que por pouco ainda não se vão.

O EP é de uma simplicidade inconcebível, mas que consegue, em suas dissonâncias, leves alterações e texturas frágeis, manifestar sentimentos físicos, apáticos e mórbidos. Resumindo: ambient noise wall para veteranos de guerra.

Selo: Independente
Formato: EP
Gêneros: Experimental / Ambient Noise Wall, Dungeon Synth

Sophi

Sophia, 18 anos, estudante e redatora no Aquele Tuim, em que faço parte das curadorias de Rap e Hip Hop e Experimental/Eletrônica e Funk.

Postagem Anterior Próxima Postagem