Crítica | Nômade Festival


★★★★½

De Pabllo Vittar a Alceu Valença, o primeiro dia da quinta edição do Nômade Festival em São Paulo operou com grande acerto — e nem o frio da capital desanimou o público.

De última hora, fui convidada para o primeiro dia da segunda edição do Nômade Festival, realizado no Parque Villa-Lobos em São Paulo. As atrações deste ano incluíram Melly, Nando Reis convida Arnaldo Antunes, Leci Brandão, Alceu Valença, FBC e Pabllo Vittar no sábado (25/05), e Urias, Rico Dalasam, Maria Rita, Maria Gadú, Marina Sena e Baco Exu do Blues no domingo (26/05).

Adorei a escolha do local, pois fica bem próximo ao metrô e está situado em um dos melhores parques de São Paulo. O festival também era pequeno, então o público não enfrentou grandes filas na área de alimentação e ativações das marcas. E por falar em ativações de marcas, o festival também se destacou nos brindes — alguns nem precisavam de fila, eram distribuídos por várias pessoas em diferentes locais do evento.


A praça de alimentação oferecia uma variedade de comidas, incluindo opções veganas. Havia pontos para encher seu copo com água, sem a necessidade de comprá-la. Inclusive, o copo do festival era muito bonito e não precisava ser pago. O único ponto negativo foram os banheiros químicos. Sério, ninguém merece isso.

Infelizmente, não pude assistir a todos os shows, então essa é uma experiência individual. Além disso, só compareci no sábado, mas valeu muito a pena. Dito isso, falarei um pouco sobre alguns shows que assisti:

Nando Reis convida Arnaldo Antunes

Nando Reis agradeceu por participar mais uma vez do festival e até levou seu filho para participar do show. Houve muitos hits da carreira solo do cantor e, quando Arnaldo Antunes chegou, cantaram outros sucessos dos Titãs. Assim como Nando, Arnaldo também ficou muito contente por participar de um festival ao lado de seu amigo, em um parque que ele já estava acostumado a frequentar.

FBC

Meu show favorito do dia. Não teve jeito, o padrim transformou o parque em uma pista de dança, apresentando todas as músicas do seu último álbum. Dancei e cantei todas com muita alegria. O público foi à loucura, especialmente quando começaram as músicas do BAILE, seu álbum de maior sucesso até o momento.

Alceu Valença

Sucesso atrás de sucesso. Afinal, é Alceu Valença! Não havia uma pessoa que não conhecesse as músicas de um dos grandes ícones da música brasileira. Fazia 14°C na hora, mas o público se aqueceu ao som de suas músicas, especialmente as mais populares, nas quais Alceu interagia com o público, fazendo todos cantarem em coro.

Pabllo Vittar

Pabllo Vittar animou o público mesmo com a temperatura abaixo de 20°C. Foi uma chuva de hits, tanto os antigos quanto os novos do seu mais recente álbum, Batidão Tropical Vol. 2, que foi muito bem recebido pela plateia. Teve muita coreografia, alegria e, mesmo com muitos anos de carreira, Pabllo ficou muito emocionada, chegando às lágrimas. Ela encerrou a noite com chave de ouro.
Vit

Sou a Vit, apaixonada pelo universo musical desde que me entendo por gente, especialmente por vocais femininos. Editora e repórter no Aquele Tuim, onde faço parte das curadorias de Pop, MPB, Pós-MPB e Música Brasileira.

Postagem Anterior Próxima Postagem