Crítica | Winter Garden


★★★

Winter Garden tem boas intenções, mas também tem erros comuns que persistem em momentos decisivos da sua criação.

A construção da tensão em “Winter Has Begun”, a partir de um aspecto introdutório, é um prenúncio das ideias de CAEL, artista residente da cena underground em Fortaleza. E, por mais promissor que pareça, o que segue no EP é uma mistura de boas intenções com erros bastante comuns, como em “Trevô”, cuja experimentação vocal oscila tanto entre não surtir efeito algum; quanto em soar interessante sendo, de certa forma, uma tentativa arriscada. Enquanto os bons sinais são aqueles em que o som encontra um espaço próprio (“Behind the Great Hill” e “The Way Young Lovers Do”), marcado pela confiança que parece discernir claramente a atitude com que o artista encara as suas posições. “Chilledreams” é interessante e soa como um agrupamento exato da ideia de sobriedade, frio e claustrofobia. Mas erra por ficar no meio fio entre adaptar, mais uma vez, a imposição vocal com o som ali desenvolvido. Não funciona muito bem.

Selo: Independente
Formato: EP
Gênero: Experimental / Música Brasileira
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem