Crítica | The Journey


★★★★

Precursor do raptor house, Dj Babatr amplia suas visões em The Journey, obra obrigatória para os fãs de música eletrônica em 2024.

As possibilidades que giram em torno da música eletrônica são infinitas. Porém, quando se trata da cena latino-americana, muito pouco se fala, principalmente considerando a incalculável diversidade de sons, ritmos e ideias que pairam sobre nossas cabeças. Dj Babatr, venezuelano que ficou conhecido pela contribuição na faixa “Xtasis”, de Nick León, é um dos vários nomes que funcionam como sinônimo de novidade. Sua assinatura, que ele chama de raptor house, mistura tribal house com techno, abastecido com uma dose extra de trance e ritmos latinos modificados sob colorações rudimentares e paisagens dançantes. The Journey, dentro desse espectro, é o seu maior exemplo. Quase literal em seus significados, a percussão de “In The Jungle”, parceria com DJ Deep RH, ao lado do house afiado de “The Journey”, formam a base que sustenta o axioma artístico do produtor, muito bem organizado neste disco – um marco da eletrônica em 2024.

Selo: Paryia
Formato: EP
Gênero: Eletrônica / Raptor House
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem