Crítica | Romantic Piano



★★★★

A volta por cima.

Há muita beleza em exposição em Romantic Piano, terceiro disco de Gia Margaret. Através de belos acordes de piano e de uma atmosfera que ultrapassa o silêncio do cotidiano, a artista encontra a sua própria forma de se opor à solidão.

O grande pulo do gato — por assim dizer — é a história que cerca a idealização dessa busca pessoal da artista em desbravar o silêncio. Ao promover seu álbum de 2018, There’s Aways Glimmer, em turnê, Gia Margaret perdeu a voz. Depois disso, ela tentou inúmeras maneiras de neutralizar sua posição como vocalista.

Mas foi só agora que, ao compreender que a música e a arte de fazê-la não são precisas e muito menos seguem uma fórmula, dependendo portanto de apenas um elemento, é que a sua capacidade de narrar histórias ganhou finalmente uma nova forma.

Selo: Independente
Formato: LP
Gênero: Ambiente / Folk
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem