Crítica | Florians



★★★½

Florians, de Flower Yawns, é marcado pela intensidade do diálogo.

Florians, de Flower Yawns, é marcado pela intensidade do diálogo. Se por um lado temos uma construção musical conduzida pelo ritmo por vezes invasivo da palavra falada, por outro lado, chamam a atenção os resquícios de sonoridades que misturam improvisação livre e quebras tonais, e de estruturação, através da música concreta.

É um álbum que, além de ser criado através do diálogo, também provoca diálogo à medida que entramos na sua exposição, que mistura uma atmosfera sensorial com um desconforto que é eficaz na sua pura intenção de perturbar. A banalidade cotidiana cujas frases são proferidas deixa a interpretação do ouvinte aberta para atribuir mais significados, que novamente se voltam para ele: o diálogo.

Selo: Next Year's Snow
Formato: LP
Gênero: Experimental / Musique concrète
Matheus José

Graduando em Letras, 23 anos. No Aquele Tuim, faço parte das curadorias de Jazz, Música Independente, Eletrônica e Experimental.

Postagem Anterior Próxima Postagem