Crítica | For Your Consideration


★★★½

Em For Your Consideration, Rodriguez tomou a força que adquiriu do país do qual descende, Honduras, sua cultura e mulheres no I'm Your Empress Of e a usou para movimentar o quadril de seus ouvintes a ritmos viciantes de dance-pop e electropop.

Há dois caminhos que podemos seguir quando chegamos no final de um relacionamento: um sombrio e decadente e outro brilhante. E aquele que Lorely Rodriguez, vulgo Empress Of, cantora-compositora americana de Los Angeles, escolheu seguir após ser levada e deixada com o coração quebrado, num desfiladeiro, foi o dos raios ofuscantes da Cidade dos Anjos. Ao invés de se entristecer com o acontecimento, resolveu tomar o momento como um ponto de virada em sua vida. E o lugar onde foi parar não poderia ter sido mais interessante e divertido que For Your Consideration, seu quarto álbum de estúdio.

Em For Your Consideration, Rodriguez tomou a força que adquiriu do país do qual descende, Honduras, sua cultura e mulheres no I'm Your Empress Of, de 2020, e a usou para movimentar o quadril de seus ouvintes a ritmos viciantes de dance-pop e electropop. Além da força, seu novo trabalho também tomou como base a sonoridade de seu antecessor, porém a aperfeiçoou com a colaboração de um número mais generoso de produtores e o desenvolvimento de ideias vigentes. Para essa vez, Lorely quis ser mais confiante, como uma verdadeira pop-star, e assim foi. Foi, confiadamente, até o estrelato, montada numa estrela cadente, atravessando os céus escuros das noites de Los Angeles.

Depois que seu relacionamento terminou devido à necessidade de ter um “espaço maior” do seu ex-companheiro, mesmo que tentando aproximar-se intimamente dele de novo em conversas privadas, Lorely buscou abeirar-se com outros corpos, como mostra a faixa “Preciosa”. Na canção, Rodriguez expressa seu desejo por toque físico por meio de versos bilíngues (alternados entre espanhol e inglês) ao lado de uma produção simples e calorosa de latin pop, afrobeats e dance-pop. Não só “Preciosa”, mas em outros momentos Empress Of também exala sua sensualidade com confidência, como é o caso de “Kiss Me”, lead-single de For Your Consideration, em parceria com a cantora nipo-americana Rina Sawayama. Produzida pelo produtor canadense BJ Burton, a música é um clamor estonteante por intimidade, no qual as vozes de ambas as artistas compõem uma melodia vocal magnífica, sobre batidas arrumadas de electropop.

Frequentemente nos encantamos pelo cuidado de Empress Of e seus colaboradores na produção caprichada e sofisticada de For Your Consideration, porém, são em canções como “Cura”, “Fácil” e, principalmente, a faixa-título do álbum, em que mais nos deleitamos com tamanho primor. Lorely utiliza de sua voz e outros elementos sonoros orgânicos para a confecção de obras musicais simples e, ao mesmo tempo, complexas de música pop eletrônica, com o uso delicado de efeitos e sobreposição de diversas camadas ressonantes umas nas outras. É como se pudéssemos observar, em primeira mão, Rodriguez colorir um universo inteiro com uma paleta de cores de variedade quase infinita, mas sem se perder em meio às próprias pinceladas.

Do mesmo modo, “What's Love”, colaboração de Empress Of com a banda MUNA, e também a fascinante “Baby Boy” e a notável “Lorelei” encantam o ouvinte. A primeira, em ordem consecutiva, particularmente, consegue atingir as regiões mais sensíveis daqueles com os corações estilhaçados, ao ser um questionamento sobre o que é o amor. Ao mesmo tempo que pode te criar, te moldar, outrossim quebrar, então o que seria esse sentimento? É sobre isso que Lorely, juntamente de Katie Garvin, cantam no refrão emocionante da faixa: “If a love can't make you, break you, shape you / Then what's love? Oh”.

O trabalho dessa ideia em um álbum tão impetuoso quanto For Your Consideration pode soar divergente a sua proposta, todavia, não poderia ser mais acertado, pois por mais que tentemos nosso máximo esconder nossa tristeza, uma hora ou outra ela escapa e se revela um tremendo obstáculo em nosso caminho. No entanto, observando o trajeto seguido por Rodriguez desde o início até o momento atual, não há dúvidas que ela irá conseguir ultrapassá-lo e superar-se ainda mais enquanto artista, uma vez que é isso que vem fazendo desde que começou sua história na indústria: ascendendo aos céus além do que a vista consegue enxergar, como a estrela nasceu para ser.

Selo: Major Arcana, Giant Music
Formato: LP
Gênero: Pop
Bruno do Nascimento

Sou Bruno, tenho 18 anos, sou autista, paraibano, escritor e estou terminando o Ensino Médio. Amo escrever e comentar sobre música onde passo, inclusive no Aquele Tuim, em que faço parte da curadoria de Música Brasileira e Pop.

Postagem Anterior Próxima Postagem